Mensagem ao Setor Calçadista

14/11/2019

Mensagem do Giuliano Gera sobre os projetos para o setor calçadista, incluindo o de internacionalização do DNI da ACIF.








Franca, 14 de novembro de 2019.

 

Prezados(as) colegas empresários(as),

 

Peço alguns minutos da sua atenção para um breve relato da situação do projeto com o Governo de São Paulo / Governador João Dória.

Não tenho manifestado nenhuma posição devido à falta de clareza “na concessão” dos parâmetros tributários pleiteados junto ao Governo do Estado. Apenas coaduno com todos o sentimento de incertezas que estamos enfrentando frente a esta demora por parte do Governo, porém, ainda continuo firme no propósito de continuar acreditando e, principalmente, cobrando uma posição por parte da Secretaria da Fazenda (Meirelles).

Apesar deste pilar do projeto ainda não estar claro se teremos ou não tal concessão tributária, tomei a liberdade de fazer uma resenha do macro projeto entregue ao Governador.

O projeto não abrange somente um pleito tributário, e sim um cronograma de projetos interligados que visam promover condições reais para buscarmos uma recuperação do nosso setor. Ao dizer buscarmos, me refiro à um entendimento conjunto de mudança de comportamento do nosso setor.

O projeto abrange:

1) Melhoria do ambiente de negócios.

2) Qualificação estratégica e técnica.

3) Linhas de financiamento.

4) Inovação e Tecnologia.

5) Guerra Fiscal e,

6) Internacionalização.

Apesar de parecer estar tudo parado, queria relatar que estamos incessantemente atuando nas outras frentes para criar melhores condições.

Por isso, posso adiantar que um dos pilares, o projeto de internacionalização, já está com bases concretas em pleno andamento, graças ao envolvimento e realização da ACIF/DNI, Invest SP (Wilson Melo), Sebrae/SP e Prefeitura de Franca com apoio do Sindifranca.

A ACIF através do DNI - Departamento de Negócios Internacionais, já está com todo o projeto formatado, com verbas já definidas e empenhadas por parte dos entes públicos.

Esse projeto é a nossa grande chance de dar a virada e começar a acessar novos mercados. Acreditem, a exportação é um caminho de equilíbrio das sazonalidades e, principalmente, da melhoria na geração de caixa.

Por isso, peço encarecidamente que participem deste primeiro encontro promovido pela ACIF - DNI / Sindifranca, para que possam tomar conhecimento da grandeza e importância desta ação.

Estão sendo mapeados 25 grandes importadores de países alvos como EUA, Peru, Chile, Paraguai e Colômbia, que serão trazidos para Franca com o intuito de acessarem diretamente nosso parque industrial. Terão passagens, hospedagens, traslado e alimentação, tudo custeado pelo projeto. Será algo inovador e muito promissor.

Porém, para que haja êxito, precisamos participar.

Como forma de corroborar tudo que eu disse, estou anexando aqui uma breve resenha do tamanho do mercado que podemos acessar. Clique aqui para baixar a RESENHA.

Aqui vai meu desabafo particular: se mesmo frente à todas as agendas positivas que estão sendo articuladas pelo Sindifranca, em especial o projeto de internacionalização da ACIF/DNI, que irá promover a primeira rodada de negócios estreitando os canais e criando uma sinergia direta com potenciais importadores, não despertar em nós, interesse em participar deste novo ciclo de mudanças mercadológicas que irá promover novos ares e, uma possível reorganização do Cluster de Franca, restará apenas a continuidade de um “ambiente hostil” e cada vez mais “sucateado” no horizonte dos negócios.

Os interessados em se inscrever no evento do DNI dia 25/11/2019 é só clicar neste link ou no botão abaixo:

https://www.sympla.com.br/rodada-de-negocios-internacionais__700627



Participem! Apoiem esse projeto inovador que trará grandes negócios para a nossa cidade.

Um abraço à todos.



Giuliano Spineli Gera

Sócio-Diretor da PG4 Indústria de Calçados

Presidente do Instituto Cidade do Calçado

Diretor do Conselho Consultivo do Sindifranca