INFORME ABICALÇADOS: Obrigatoriedade do CÓDIGO DE BARRAS na NF-e 4.0. Sua empresa está preparada?

02/08/2018

Assim, de acordo com cronograma próprio da Sefaz, os Sistemas de Autorização da NF-e deverão validar as informações descritas nos campos cEAN e cEANTrib que serão rejeitadas em casos de não conformidade do GTIN (NF-e e NFC-e). Para calçados, a homologação tem previsão de início em 01 de novembro de 2018, conforme NT 2017.001 - v 1.30.

Em vista dos ajustes para a versão 4.0 da Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) e que a versão 3.10 será desativada em 02 de agosto de 2018, quando não mais será aceito faturamento nesta versão, alertamos para os Ajustes SINIEF de 2017 que definem a obrigatoriedade do preenchimento dos campos cEAN e cEANTrib, quando o produto comercializado possuir código de barras com GTIN (Numeração Global de Item Comercial).



Assim, de acordo com cronograma próprio da Sefaz, os Sistemas de Autorização da NF-e deverão validar as informações descritas nos campos cEAN e cEANTrib que serão rejeitadas em casos de não conformidade do GTIN (NF-e e NFC-e). Para calçados, a homologação tem previsão de início em 01 de novembro de 2018, conforme NT 2017.001 - v 1.30.



Importante ressaltar que os ajustes impactam a NFC-e (consumidor final), ou seja, a autorização de nota fiscal dos clientes (varejo), lembrando que a atribuição do GTIN é do detentor/dono da marca, empresa licenciada à GS1, e esta identificação de produto para o código de barras deve ser mantida na cadeia (rastreabilidade). Neste sentido, orientamos encaminhar as informações aos clientes para conhecimento e possíveis adequações.



Adicionalmente, esclarecemos que o código de barras com padrões internacionais GS1 trazem ganhos para a automação logística (check-in, check-out, controle de estoque, separação de mercadorias, inventário, intercâmbio eletrônico de dados, entre outros), evitando retrabalho e a sobreposição de processos para reetiquetar produtos para os clientes que solicitam procedimentos próprios.



Clique aqui para visualizar: AJUSTES e NOTAS TÉCNICAS



Links úteis da GS1 Brasil:

https://www.gs1br.org/servicos-e-solucoes/cadastro-centralizado-de-gtin

https://www.gs1br.org/noticias/artigo-nfe-o-que-vem-ai-para-o-ano-de-2017



Por fim, informamos que as questões pertinentes à automação logística com integração da cadeia são deliberadas através do Comitê Gestor do Projeto Sola (Sistema de Operações Logísticas Automatizadas).



Saiba mais sobre o Sola em www.sola.org.br.



Créditos à:

Igor Hoelscher

ABICALÇADOS - 

(51) 3594-7011