Estatística Julho/2019: confira os índices de emprego e exportações de Franca

27/08/2019

Apesar de ser mais positivo se comparado ao mesmo mês em 2018, o saldo CAGED de Jul/2019 não reflete uma "melhora" no quadro do emprego.

 
EMPREGO

O saldo CAGED de Julho/2019 foi de -140 vagas. Apesar de ser mais positivo se comparado ao mesmo mês em 2018 quando tivemos um saldo negativo de -477 vagas, ele não reflete uma "melhora" no quadro do emprego.
 
Quando analisamos o número de admitidos de jan a jul, em 2018 identificamos a abertura de 9.578 vagas e em 2019 foram até agora 8.656, ou seja, 9,6% a menos de criação de vagas. Ora, se há redução na criação de vagas e o saldo de admitidos/desligados continua caindo, isso mostra que não há ainda recuperação do nível de emprego e sim uma recessão.
 
O total de empregados na indústria calçadista reflete essa mesma conclusão: em 2018 tínhamos 19.727 funcionários diretos, enquanto que em 2019, temos até agora 17.941, 9,1% a menos. As vagas do setor calçadista paulista também apontam queda neste primeiro semestre de 2019: dos 37.200 empregados em Julho/18, hoje o estado de SP possui 32.807 funcionários no setor calçadista, uma queda de 11,81%.
 
Já no cenário calçadista brasileiro, o número total de funcionários do setor se manteve estável em Julho/19: apuramos um total de 282.384 empregados, sendo que no mesmo período de 2018, eram 281.101, um ligeiro aumento de 0,46%. Os números apontam que a recuperação da economia está perdendo fôlego e isso se reflete nas vagas de emprego da indústria. 
​Uma recuperação mais efetiva das vendas do setor dependerá de uma melhora no cenário econômico, que ainda é afetado pelas incertezas políticas e pela falta das reformas da Previdência e Tributária. 
 
EXPORTAÇÕES

O mês de julho trouxe boas notícias para as exportações de calçados.
O Brasil registrou um aumento de 65,2% em volume e de 44,4% em dólares no comparativo com o mesmo mês do ano passado. Foram embarcados 7,9 milhões de pares que geraram US$ 84,35 milhões. No acumulado dos sete meses do ano foram 65 milhões de pares e US$ 565 milhões, altas 8,2% em volume e de 3,6% em receita no comparativo com período correspondente de 2018.
Em grande parte esse resultado foi puxado, especialmente, pelos Estados Unidos, nosso principal importador, que recentemente anunciou o aumento na tarifa de importação de calçados provenientes da China em 10%, passando da média geral de 17,3% para 27,3%. Apesar de a lista ainda estar em análise no Congresso dos Estados Unidos, importadores locais de calçados asiáticos já se movimentam para buscar fornecedores alternativos, no caso dos brasileiros. 
No acumulado até julho, as exportações brasileiras para os Estados Unidos chegaram a 7,165 milhões de pares, que geraram US$ 119,7 milhões, incrementos de 33,3% em volume e de 40% em receita em relação ao mesmo período de 2018.


EXPORTAÇÕES DE FRANCA


O desempenho das exportações de Franca no mês de Julho/19 exportamos US$ 6,3 milhões, um aumento de 12,9% em relação à Julho/18 quando exportamos US$ 5,6 milhões. No acumulado até Julho/19 no entanto exportamos US$ 38,9 milhões contra R$ 41,2 milhões nos primeiros 7 meses de 2018, uma queda de -5,7%.
Os Estados Unidos continua sendo nosso principal importador respondendo por mais de US$ 15 milhões de janeiro a julho de 2019, 19,5% a mais que no mesmo período de 2018. Devido a alterações no acesso a dados por município pelo COMEX STAT, não temos o número de pares exportados para fazer comparação. 

 
CLIQUE AQUI e baixe a estatística completa.