EDITORIAL EMPRESARIAL POLÍTICO: ELEIÇÕES MUNICIPAIS DE FRANCA 2020

10/11/2020

Carta direcionada aos empresários calçadistas de Franca, por José Carlos Brigagão do Couto Presidente do SINDIFRANCA







Prezados Empresários e Empresárias,

Por força de legislação pertinente e do Estatuto Social, os Sindicatos não podem se manifestar de qualquer forma por ocasião das eleições, enaltecendo ou não qualquer candidato. Mas os sindicatos podem e devem se manifestar quanto ao que o setor econômico, representado por ele, espera dos candidatos, tecendo observações alusivas às ações, gestão e postura na administração do gestor que ocupará o cargo público.



O empresário deve ficar atento às propostas e ao discurso de cada candidato. O setor calçadista de Franca, ao longo dos anos, teve muita dificuldade em termos de apoio incondicional e estruturante dos ocupantes dos cargos eletivos. Tomemos como exemplo, a cidade de Maringá, que possui vários projetos de médio e longo prazo, planejados até 2030. Vejam que nossa cidade nunca teve um planejamento estratégico de longo prazo, o qual vislumbre aos seus cidadãos e aos setores econômicos, uma visão de futuro de onde e como se planeja chegar.



O CANDIDATO É ELEITO PELO VOTO POPULAR E DEVERIA ADMINISTRAR JUNTO COM OS SETORES ECONÔMICOS, QUE PRODUZEM RIQUEZA, GERAM EMPREGOS E PROMOVEM ARRECADAÇÃO DE TRIBUTOS PARA SEREM APLICADOS EM DIVERSOS BENEFÍCIOS A TODA SOCIEDADE.



É HORA DO PREFEITO ELEITO CONSTITUIR O COMITÊ ECONÔMICO-POLÍTICO DA CIDADE, ONDE JUNTOS POSSAM PROJETAR E MONITORAR PERIODICAMENTE A PERFORMACE SETORIAL, E COM ISSO, DESENVOLVER PLENAMENTE O NOSSO MUNICÍPIO.

Esta é a minha mensagem.
 

 

José Carlos Brigagão do Couto

Presidente