Brigagão entrega pleitos do setor ao senador Airton Sandoval

29/01/2018

Foram entregues dois documentos: um deles trata sobre as cotas para PCDs (pessoas com deficiência) e o outro sobre a criação de Taxa Negocial

O presidente do Sindifranca (Sindicato da Indústria de Calçados de Franca), José Carlos Brigagão do Couto, entregou na última sexta-feira (26/01/18) ao senador Airton Sandoval dois pleitos do setor calçadista francano. Um deles trata sobre as cotas para PCDs (pessoas com deficiência) e o outro sobre a criação de Taxa Negocial. O senador mostrou interesse nas propostas. "Começaremos a analisá-las imediatamente”, garantiu ele.

Para PCDs

De acordo com Brigagão, a Indústria Calçadista de Franca e a indústria brasileira enfrentam inúmeras dificuldades para a contratação de PCDs e é alvo constante de fiscalizações do Ministério do Trabalho. Atualmente, empresas com mais de 100 funcionários deverá preencher de 2% a 5% de seus cargos com portadores de deficiência.

O ofício entregue ao senador faz oito proposições, entre elas: a criação de um cadastro estadual de vagas de PCD, com as respectivas especificações e habilidades; a determinação percentual de cotas com base no número efetivo de vagas disponíveis e possíveis de ocupação pelos PCDs, e não com base no número de empregados; a criação de programas governamentais de capacitação profissional ao portador de deficiência; a possibilidade de cumulação do benefício previdenciário com o salário a ser pago pela empresa; e a criação de incentivos fiscais.

Clique aqui para baixar o texto completo do pleito sobre vagas para PCDs.