Apex-Brasil planeja trabalho inédito no polo de Franca

09/06/2017

Projeto de fomento à exportação será desenvolvido em parceria com o Instituto Cidade do Calçado

Os calçadistas de Franca terão nova oportunidade de turbinar as exportações este ano com o apoio da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). A elaboração do novo projeto foi acertada a partir de uma demanda do Sindifranca (Sindicato da Indústria de Calçados de Franca) em reunião com a diretora de Negócios da Apex-Brasil, Márcia Nejaim Galvão de Almeida, no último dia 7/6 em Brasília.

A iniciativa prevê a visita da equipe técnica do Departamento Comercial da Apex-Brasil a Franca nos próximos dias para verificar as demandas do setor no município. “Há oito anos nossas vendas para o mercado externo estão estagnadas em 3 milhões de pares por ano. Acreditamos que as exportações sejam uma alternativa para que as fábricas de Franca consigam equilibrar sua produção e manter nosso parque fabril funcionando e empregando”, disse José Carlos Brigagão do Couto, presidente do Sindifranca.

Ainda de acordo com ele, o primeiro passo nessa direção é a estruturação das empresas para comercializar produtos com outros países. “Por isso, vamos receber a equipe da Apex aqui nos próximos dias. Para verificar o que é preciso ser adequado e trabalhar através do Instituto Cidade do Calçado para a qualificação de pessoal e criação de processos dentro das fábricas”, disse Brigagão.

Além do presidente do Sindifranca e a diretora da Apex, participaram da reunião: Giuliano Gera, o presidente do Instituto Cidade do Calçado; Adérmis Marini, vereador de Franca e ex-deputado federal; Ana Teresa Arruda Rocha, gerente de Negócios do Sindifranca; Cristiano Braga, gerente de Exportação da Apex; e José Carlos de Souza Neto, assessor executivo da Apex.