Coronavírus: Fiscalização da Prefeitura, com apoio da PM, age para prevenir Coronavírus

22/03/2020
Além dos estabelecimentos comerciais, os fiscais e policiais agiram em eventos festivos.
Coronavírus: Fiscalização da Prefeitura, com apoio da PM, age para prevenir Coronavírus

Fiscalização da Prefeitura, com apoio da PM, age para prevenir Coronavírus


A Prefeitura de Franca e a Polícia Militar continuam nas ruas para orientar a população e comerciantes sobre o decreto do prefeito Gilson de Souza que determina a suspensão dos atendimentos ao público e aglomeração de pessoas como medida preventiva contra o avanço dos casos de Coronavírus.
As equipes da Secretaria de Saúde e Vigilância Sanitária mantiveram o trabalho durante todo o fim de semana, inclusive na noite deste domingo, 22. Além de orientações verbais e por escrito, as autoridades sanitárias, com apoio da PM, determinaram o fechamento de alguns estabelecimentos e até interrupção de festas. 
Neste domingo, uma banca de revistas do Jardim Ângela Rosa vendia bebidas e registrou aglomeração de pessoas. Os fiscais orientaram o proprietário a fechar as portas e não reabrir durante a vigência do decreto e foram atendidos. No sábado, uma loja de pneus da Integração insistiu em abrir e foi interditada.
Além dos estabelecimentos comerciais, os fiscais e policiais agiram em eventos festivos. Um casamento em uma chácara sentido Claraval e duas festas no Residencial Nosso Lar e na estrada para Ribeirão Corrente foram suspensas. "Os eventos reuniram muitas pessoas, contrariando o principal cuidado que precisamos ter neste momento, que é justamente evitar a reunião de muitas pessoas, porque facilita a transmissão do Coronavírus. Orientamos todos eles, com apoio da PM, e acataram", explicou Felipe Granzotti, diretor de Vigilância em Saúde da Prefeitura de Franca.
Um jogo de futebol reuniu 15 jogadores em um clube no Recreio Campo Belo e também foi suspenso pela fiscalização.
A partir desta segunda-feira, a Prefeitura fará uma ação com carros de som para orientar a população francana a permanecer em casa. O isolamento social - quarentena - é fundamental neste período, considerado o mais crítico pelas autoridades de saúde para a transmissão do vírus. "Precisamos nos unir neste momento e permanecer em casa, como orientou o Ministério da Saúde e OMS para evitar o contágio pelo vírus, que acontece agora e a doença deve se manifestar daqui algumas semanas. A maior arma contra essa doença é realmente ficar em casa", disse o prefeito Gilson de Souza.
A Secretaria de Saúde aguarda o resultado de uma morte suspeita por Coronavírus ocorrida na sexta-feira, 20, no Hospital do Coração de Franca. O paciente tinha cardiopatia e desenvolveu insuficiência respiratória grave. O número de casos suspeitos na cidade será atualizado pela Vigilância Epidemiológica nesta segunda-feira.
 
Fonte: Prefeitura Municipal de Franca
Domingo, 22 de março.